Quem tem energia solar paga a conta de luz?

Quem tem energia solar paga a conta de luz? – Apesar da crença popular de que o alto investimento em energia solar eliminaria a necessidade de pagar conta de luz, ainda é preciso arcar com os custos da taxa mínima para a distribuidora. Ainda assim é possível reduzir os custos em até 95% ao instalar um sistema solar.

Quem tem energia solar paga a conta de luz?

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANAEEL) regulamenta a distribuição de energia elétrica pelo país, e é ela quem deve cadastrar a residência com painéis fotovoltaicos no banco de registro de imóveis com painéis solares. O sistema fotovoltaico realiza uma produção de energia autônoma conectada à concessionária.

Taxa mínima e porque pagar por ela

A taxa mínima corresponde ao valor mínimo cobrado pela distribuidora de energia elétrica para garantir o acesso a ela. Com base no que a companhia elétrica previu do consumo na residência após o ligamento da energia é cobrada uma mensalidade, a partir da estimativa de consumo.

Dentro da taxa mínima há a taxa de iluminação pública, que é um valor cobrado pela contribuição para a iluminação de locais públicos de acordo com a área do terreno da residência; a tarifa de disponibilidade, que corresponde à quantidade mínima que o consumidor de energia elétrica compra todo mês porque está conectado à rede de distribuição de energia elétrica; e o imposto ICMS sobre a TUSD, valor calculado a partir da multiplicação entre a tarifa e a base de cálculo.

Há três tipos de fornecimento:

Monofásico: 30kwh

Bifásico: 50kwh

Trifásico: 100kwh

Tarifa de energia

A tarifa de energia é o valor cobrado por kwh, é uma composição de investimentos e atividades técnicas que ocorre durante a geração, transporte e venda de energia. Não correspondendo, portanto, ao valor total da conta de luz.

Tarifa de energia é TUSD (0,29 r$) +TE (0,27 r$) = 0,56 r$

TE= 48,2%

TUSD = 51,8%

PIS = 0,64%

COFINS = 2,93%

ICMS = 25%

Iluminação pública = R$ 40

Taxa de disponibilidade: fornecimento trifásico

O custo disponibilidade

O custo disponibilidade cobra por consumo no mês, ainda que se desliguem todos os aparelhos elétricos e não se utilize nada de energia, a companhia ainda cobra o valor mínimo. Caso a residência ultrapasse essa taxa mínima é preciso pagar pelo que foi consumido no mês. Ainda que se invista em energia solar precisa-se arcar com a taxa mínima, que vai de R$ 20 a 68.

Os benefícios da energia solar

A energia solar capta os raios solares através dos módulos fotovoltaicos e os converte em energia elétrica, podendo ser utilizada na residência. Nem toda a energia convertida é utilizada pelas pessoas na residência através do medidor eletrônico bidirecional, e por isso ela é injetada pelo Sistema de Compensação de Energia Elétrica, transformando-se em créditos de energia que podem ser utilizados nos próximos meses sem custos adicionais.

A aquisição dos painéis de energia solar é um investimento de custo alto, no entanto, os benefícios serão sentidos a longo prazo.  

Os painéis fotovoltaicos são uma alternativa de energia limpa, inesgotável, econômica e muito benéfica ao meio ambiente, porque promove a sustentabilidade.

Website | + posts

Corretor de imóveis, apaixonado por informação, criador do blog Minha Casa Minha Vida

Deixe seu comentário

4 × = 40

%d blogueiros gostam disto: